Reveillon! Fogos em Copacabana, Canecão em Paracambi!

Dizem que era segunda-feira… Mas este ano o Reveillon caiu de uma segunda para uma terça e então, nada de trabalho… uaeuhauehuaeuhauhe… Como íamos passar o fim de ano na igreja dos avós da Nahyr (Chacrinha, Japeri), começamos a arrumar as coisas para sairmos depois do almoço… Mas antes, as mulheres da casa, Nahyr e Luzinete, tinham que fazer as unhas… Lá vamos nós de novo para o Recreio Shopping… Enquanto esperávamos o horário, demos uma volta no shopping e procuramos umas coisinhas na C&A… A Nahyr queria que eu comprasse uma calça e uma camisa, mas não veio inspiração… Também pudera, não tem mais roupa de homem na C&A… Tudo tem um bordadinho diferente, uma cor diferente, um estilo diferente… Bem, não deu…
Mulheres no salão, homens à solta… auheuhaeuhae… O Pr foi pra Sendas comprar umas coisinhas pro jantar, dentre elas, batatas e bacalhau… Eu o acompanhei e ficamos a esperar… Deu tempo de ir deixar as compras no carro, voltar, perder o lugar, uma criança chorona ganhar uma bicicleta, irmos à livraria Nobel, olhar tudo, não comprar nada… uhahueuhaeuhae… Enfim, elas voltaram, e nós voltamos pra casa pra almoçar e seguir… Saímos em direção à roça (nome carinhoso dado à cidade dos avós… hauheuahueuhaeauheauh… Imaginem a modernidade!)… Mas como os meninos e eu não havíamos comprado nada novo pro ano novo, passamos num shopping aqui na Av das Américas… Numa das poucas lojas abertas às 16h30 do dia 31, aproveitamos uma promoção de 4 camisas pelo preço de 3 e estávamos resolvidos… Finalmente fomos para a roça… No meio da Dutra tem um pastel muito gostoso num posto de gasolina… Uma paradinha para um grande pastel de camarão com caldo de cana e umas pastilhas Vick pq a rinite se foi e levou minha garganta… auhehuahueuhae… No meio do caminho, mudança de planos… Estávamos em direção a Japeri (casa dos pais do Pr Cleber) e mudamos a rota para Paracambi (casa dos pais da Pra Luzinete)… Roça tb… ahueuhaheuahuehuae… Chegamos lá já no final do dia e haja conversa, haja pipa voada (papagaio quedado), haja Joinha fazendo graça… auheuhahueuhahueauhe… Já que estávamos lá, resolvemos nos arrumar por lá mesmo e seguir prontos para Japeri… Mas como toda viagem tem suas surpresas: acabou a água! auheuhauehuauhehuahueuhae… Na verdade não acabou, ela só estava muuito fraca… Ligamos pra casa do vô Bira e lá estava sem água tb… O jeito era nos arrumarmos ali mesmo… Catamos vários baldes e tomamos banho de caneca em Paracambi! Sem problemas pra quem viveu a falta de água em Manaus por vários e vários anos… Entretanto, nem todo mundo tem esta oportunidade de passar um Reveillon tomando banho de caneca na roça… auhehuauheauheuhuha… Devidamente arrumados e com o bacalhau prontíssimo, seguimos para Japeri…

Chegamos em Japeri e o culto já havia começado… Ótimo pq o avô da Nahyr faz o culto de final de ano sempre do mesmo jeito: dando oportunidades a cada irmão… Cada irmão escolhido científicamente pelo Método da Aleatoriedade Impositiva Hilária, ou seja, o Pr Bira vai chamando quem dá na telha… uhauhehuahuehauehuauheuhaea… Nessa onda, fomos escolhidos eu e a Pra Luzinete… Obviamente ela foi antes de mim e eu pude presenciar o que o Cleber Jr denominou “a melhor saída de 2007″… Ela estava com uma bíblia minúscula, praticamente um canivete e sem enxergar direito… auheuhauheuhaeuhauhe… Ela escolheu uma das passagens preferidas do Pr Cleber, Deuteronômio 28, que fala das bênçãos que seguem aqueles que guardam a lei do Senhor… E só escolheu mesmo… Quem leu foi a igreja… auhehuahuehuaehuuhaeuhaheu… 14 versículos bem fortes e ritmados, regidos com toda a classe de Luzinete Peres… auhehuauhehuaehuae… Muito legal!!! Um pouco depois, chegou a minha vez… uhahuehuauheae… Agora aconteceu o que eu chamo de melhor saída de 2007… auheuhaheuhauea… Como eu estava sem Bíblia e não pretendia falar demais, comentei o texto lido pela Pra Luzinete… uahuheauhehuauheuhehuuhaea… Eu literalmente não fiquei nas minhas palavras… aiuhheuauheuhae… Fiquei nas dos outros… uahehuahuehauehuuh…
Depois teve gente cantando… Muita gente boa mesmo… Gostei de ver e ouvir…

Terminado o culto, fomos para a distante casa do vô Bira (atrás da igreja), e lá nos divertimos até umas 4h da manhã… Vale lembrar que Japeri fica num vale e tem uma brisa infalível e fresca… Principalmente pra quem gosta de conversar ao relento, como eu… Fiquei rouco sem precisar gritar… E nada da pastilha ajudar… auhehuaehauuheauh… Fomos dormir num colchão inflável, gentilmente cheio pelo Caio, na casa do tio Ferreira, que tem 58 anos e mora no mesmo lugar há 54 anos… É mole?!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

www.000webhost.com